EU BEBO SIM/David Neves

Eu costumava beber no Florentino (Avenida General San Martin, 1.227), sempre um dry martini com gim Takurai e um pouquinho de vermute Noilly Prat no almoço, e uísque JB à noite.

Agora. com o Plano Collor, ã situaçào não está nada boa para os cineastas e eu tenho ficado pelos bares próximos à minha casa, na Rua Prado Júnior.

Vou muito ao Lucas (Avenida Atlântica, 3.744), onde bebo chope claro ou vinho Forestier branco.

Também gosto de cerveja, qualquer marca e caipirinha, que escolho quando estou no Santo Expedito, um pé sujo da minha rua que tem uns tiragostos geniais e uma comida com ingredientes raros, corno quiabo e couve.

Freqüento ainda o EI Cid (Rua Ministro Viveiros de Castro, 15 8), uma churrascaria, onde filmei Fulaninha.

Com carnes, pretiro um vinho tinto, Forestier cabernet.

Atualmente estou aproveitando minha experiência com bares e escrevendo um livro, Cartas do meu bar.

Copyrights @ Verinha Ottoni. All rights reserved