The tribute | Italian press XI/1990 | Brazilian Press | French Press | Torino Film Festival
Jean-Louis Comolli | Enrico Rava | Bruno Torri-Torino | Piero Pruzo | Alberto Farassino
Renato Nicolini | Morando Morandini | Mario Nicolao | Edmarcia Alves de Andrade
David Neves-David Eulalio Neves | Araujo Neto | Paulo Cezar Saraceni | Sylvie Pierre
Altan - Francesco Tulio Altan | Ruda de Andrade | Joel Barcellos | Bruno Torri

 

Amico, amigo do Brasil

 

   Arquivo - 16.6.68

Gianni Amico, 58 anos, de câncer no pâncreas, por volta das 6h da manhã de ontem, em Roma. Cineasta, Amico foi um dos maiores divulgadores da música e do cinema brasileiro no exterior, especialmente na Itália. Gianni Amico havia conhecido na europa Rudá Andrade, filho do escritor Oswald de Andrade, que o entusiasmou com as notícias que deu sobre o Brasil. Em 1960 o cmeasta organizou em Gênova o Festival de Cinema Colombiano (homenagem ao genovês Cristóvão Colombo, com filmes de toda a América), quando levou para aquela cidade filmes de Gláuber Rocha, David Neves, Paulo César Saraceni e Nélson Pereira dos Santos, entre outros. Apesar de ter realizado poucos longa metragens, sua atividade como cineasta e incentivador foi fundamental para a divulgação da arte brasileira na Itália. Artistas como João Gilberto e Gustavo Dahl hospedavam se com freqüência em sua casa. Com o tempo, Amico chegou a dominar o português e a ter uma das maiores coleções de discos de MPB fora do Brasil. Veio muitas vezes ao Rio, onde dirigiu Trópicos, um filme sobre os retirantes nordestinos e, em 1966, gravou um especial com Gilberto Gil e Caetano Veloso para a RAI, rede de televisão italiana. Na RAI também dirigiu diversos filmes, como uma telebiografia de Gramsci e uma adaptação do romance Relações afetuosas, de Goethe.
Enquanto trabalhava como roteirista e colaborador de Bernardo Bertolucci em _ filmes. coma A estratégia da aranha; Amico continuava a prestigiar a cultura brasileira. Em 1983 promoveu na Itália um dos maiores happenings de MPB, quando levou para Roma 150 artistas baianos no festival Bahia de todos os sons. Esse encontro foi gravado por Leon Hirzman e Paulo César Saraceni, mas ainda não foi montado.
Para completá lo, Amico veio várias vezes ao Brasil nos últimos anos em busca de patrocínio. Entretanto o câncer que o consumia acabou por impedi lo de continuar trabalhandor. Pouco antes de morrer, Amico tinha resolvido partir para uma clínica de tratamento em Munique, na Baviera, a convite de Bertolucci. Casado, tinha dois filhos.

Araújo Neto
Nara Leao | Glauber Rocha | Giuseppe Bertolucci | David Neves | Giorgio Poppi | Gal Costa | Jirges Ristum&Leon Hirszman&Glauber Rocha | Jirges Ristum&Leon Hirszman&Jacques Lambert | Vinicius de Moraes&Baden Powell&Giorgio Pelloni | Gilberto Gil | Norma Benguell&Baden Powell | Altan-Francesco Tullio Altan | | Jean-Paul Boucher-Claire e Mark Peploes-Jirges Ristum-Turco | Gianni Barcelloni | | Enrico Guezzi and Marco Melani | Maria Bethania | Gustavo Dahl | Adriana Asti | Antonio Carlos Jobim | Jose Antonio Ventura | Marco Bellocchio& Paulo Cezar Saraceni | Lino Micciche | Pepito and Picchi Pignatelli-Giuseppe Pignatelli Aragona Cortez | Caetano Veloso | Lea Millon | Pier Paolo Pasolini-Gato Barbieri-Marcello Melis
Copyrights @ Verinha Ottoni. All rights reserved