The tribute | Italian press XI/1990 | Brazilian Press | French Press | Torino Film Festival
Jean-Louis Comolli | Enrico Rava | Bruno Torri-Torino | Piero Pruzo | Alberto Farassino
Renato Nicolini | Morando Morandini | Mario Nicolao | Edmarcia Alves de Andrade
David Neves-David Eulalio Neves | Araujo Neto | Paulo Cezar Saraceni | Sylvie Pierre
Altan - Francesco Tulio Altan | Ruda de Andrade | Joel Barcellos | Bruno Torri

 

GIANNI, O AMICO

“Minhas amizades”, dizia o Glauber Rocha, “não são psicológicas, são épicas”. Levei uma elernidade de algum quarto de século para entender o significado daquilo, e foi conhecendo o Gianni, bem antes de efetivamente encontrá-lo cara a cara (o que aconteceu apenas em 1955, no Fest-Rio de Janeiro, enquanto desde 1969, eu já sabia do Gianni, amigo dos meus amigos), que me dei conta de que algumas alianças fundas independiam do tempo, do espaço, das circunstâncias, seja de vida ou de morte, que proporcionavam ou impediam os encontros objetivos. Amizades épicas nascem no geral da batalha, no global da geo-política­história, e não no acaso particular do afeto individual. Não que elas não sejam afetivas - talvez sejam até as mais temas, as mais delicadas, as mais adamantinamente sentimentais - mas elas, têm uma especificidade que vai além do misterioso « parce que c’était lui, parce que c’était moi”das “amizades a Ia Montaigne: amizades épicas fazem parte da epopéia, do poema, do mito. Nelas se define a fronteira entre gregos e troianos. Amigos épicos têm os mesmos inimigos, que eles, entre si, nem precisam nomear. São da mesma nova guerra, dos mesmos outros carnavais. São do mesmo samba, ou então, ruins da mesma cabeça, ou doentes do mesmo pé. Do mesmo team, da mesma cabeça. Vejam bem que eu não estou falando do Fla contra Flu, nem de cinema nacional contra transnacional, nem de versão demora o Amigo Mesmo. Lembraremos, movimento, viagem. Forte foi o passapor “Terra. Revendo “Tropici” naquela noite b até o planalto central da idade da terra, o  novo, quanto conseguia, ele, virar candang.

É sabido que o Cinema Novo e produzidos e o roll dos seus autores e  envoltórios, especialmente fatos e ações 1 próximo ao fato social que ao estilo  realizadores ou não - se envolveu e  Amico, com participação relevante, prir Europa o debate, o intercâmbio intelecto do Cinema Novo com outras manifestaç acabou exercendo influências significativa.

A posição de Gianni no início oposicionistas, consolidadas 30 anos dc centenário do descobrimento da América manifestações não oficiais desse evento : por aquilo que conseguimos até agora coi conceito histórico dos colonizadores; à incorporação revitalizadora na cultura do ideológico mais pragmático, o pensame cultural “Columbianum”em 1961, quandc Nessa época chegou a São Pau original dos vencidos contra versão yankee multinacional dos vencedores (de batatas): a batalha travada com Gianni tem campos ceais abertos, generosos, e mais segredos elíseos...Não é batalha do contra mas a favor, do mano en Ia mano, do raça com raça. Do norte da mente com o sul do corpo, do macho com fêmea. É de latinos com latinos, em missões transoceânicas e interimperiais. É do Édipo-rei salvo das imagens da cegueira, e da culpa, pela abertura ao inconsciente, tocando harpa com o padre. E de bossas sempre novas, no campo das eternas flores, é de Bar Esperança no Rosatti, é de futuros que não acabam. Lembro com emoção, certa noite do ano passado, em São Paulo, na sala da Cinemateca, quando na ocasião do primeiro Euro-fine, Rudá de Andrade homenageou o Amico em termos tão vibrantes que, através das nossas lágrimas, apenas conseguimos falar alguma coisa, depois de Rudá, Paulo Cezar Saraceni e eu. Vencemos porém , a psicologia da pertubação emotiva para levantar o épico das únicas palavras úteis: para nós Gianni foi e demora o Amigo Mesmo. Lembraremos, mais uma vez, que o assunto é Cinema, seja movimento, viagem. Forte foi o passaporte daquele gringo carimbado por tanto amor ‘a “Terra. Revendo “Tropici” naquela noite bela, fiquei maravilhada do sertão das vidas secas até o planalto central da idade da terra, o Gianni não tanto sintetizava a temática do cinema novo, quanto conseguia, ele, virar candango.

Sylvie Pierre

Paris, 1 de novembro de 1994

Copyrights @ Verinha Ottoni. All rights reserved